domingo, 25 de julho de 2010

Cantarei

Cantarei o vento e o pensamento
Que voam livres no firmamento
E também a saudade e a amizade
Que se cruzam e ligam em liberdade.
Cantarei o amor que nasce no peito
E que se reparte com muito respeito.


Cantarei as estrelas  que brilham no Céu,
O verde dos campos e a noite de breu,
As aves que cantam e árvores que dançam,
Os ventos que sopram e a brisa do mar,
O que nos faz viver com a força de amar
Superando as tristezas dos dias sem par.


Cantarei o que sei, como vivo ou farei,
Aquilo que tenho, já tive ou terei. 
Cantarei o Sol e a Lua de luar brilhante,
Os rios e ribeiros de água refrescante,
As aves que voam e os dias que anoitecem
O passado e o presente que já nos esquecem .
Luíscoelho