domingo, 25 de julho de 2010

Cantarei

Cantarei o vento e o pensamento
Que voam livres no firmamento
E também a saudade e a amizade
Que se cruzam e ligam em liberdade.
Cantarei o amor que nasce no peito
E que se reparte com muito respeito.


Cantarei as estrelas  que brilham no Céu,
O verde dos campos e a noite de breu,
As aves que cantam e árvores que dançam,
Os ventos que sopram e a brisa do mar,
O que nos faz viver com a força de amar
Superando as tristezas dos dias sem par.


Cantarei o que sei, como vivo ou farei,
Aquilo que tenho, já tive ou terei. 
Cantarei o Sol e a Lua de luar brilhante,
Os rios e ribeiros de água refrescante,
As aves que voam e os dias que anoitecem
O passado e o presente que já nos esquecem .
Luíscoelho



59 comentários:

  1. Hoje venho agradecer seu carinho e
    suas visitas carinhosas aqui no meu espaço, que sempre serão muito bem vindas.Te desejo um Domingo de alegrias e paz!

    Um beijo no coração de cada um de voces... M@ria

    ResponderEliminar
  2. Superar a tristeza dos dias sem par, nossa é maravilhoso tudo que li mas esta fraze é tudo tão profundo me calou lá fundinho do coração apertado.rss lindo mesmo, nem sei como agradecer aki cada vez que venho tem estes presentes p/ todos nós.despeje mais mais emoção ao meu coração meu poeta do coração!!
    com carinho
    Hana

    ResponderEliminar
  3. Que sempre se oiça esta voz que canta...e encanta!
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  4. Emproei, sem levantar grandes ondas, para o "lidacoelho"; tive o privilégio de calmamente saborear este teu maravilhoso poema em que, cantando, dás asas aos teus sentimentos e emoções... Gostei!
    Um abraço, amigo.
    J

    ResponderEliminar
  5. Olá Luis!

    Não sei se o amigo canta, mas sei que a mim me encanta pela forma como escreve - assim cantando a vida, aqui feito de forma muito bonita; como que a celebração da alegria, do prazer de estar vivo.
    Repito-me, e digo: lindo e inspirado poema!Parabéns.
    Um abraço amigo.
    Vitor

    ResponderEliminar
  6. Luís,
    E era isso que todos deveriamos fazer!
    Há pessoas, infelizmente, que vivem com uma lista de coisas que não têm em vez de viverem com a lista de coisas que têm.
    Um bom domingo.
    beijo

    ResponderEliminar
  7. Luis, amado!
    Posso cantar com você? Desse coral faço parte com gosto. Lindo poema, amigo, que de maneira terna, celebra celebra a VIDA. Bom domingo!
    Beijuuss n.c.

    www.toforatodentro.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Olá Luís, linda poesia que encanta, adorei ler toda esta manifestação de alegria pela vida.
    Parabéns.

    Tenha um lindo Domingo.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. Olá Re
    Pode cantar sempre que isso lhe der alegria e vida. Faz bem e abre-nos o peito cantar canções de que gostamos.
    Quando era menino cantava que nem um passarinho.
    Depois a voz mudou e eu sentia medo de estar a ser desagradável e deixei de cantar.
    Às vezes sozinho canto para não chorar.

    ResponderEliminar
  10. Olá amigo Vitor
    Já cantei e muito. Depois fui emudecendo e hoje canto para não chorar.
    Todos cantamos com as coisas que vamos fazendo com alegria e com alma.
    Talvez um dia mais feliz rabisquei umas letras que agora concluí.
    Vitor, vamos cantar todos, assim não se vêem as falhas e em coro a música fará mudar muitas coisas dentro e fora de nós.
    Obrigado pelas palavras amigas.

    ResponderEliminar
  11. Agradeço todos os comentários e convosco cantarei em coro todas as canções de amor e paz.
    Poesias = Hana = São = Jorge = Bacouca = Sãozita

    ResponderEliminar
  12. Cantará sempre o amor,,,e tudo que nele há de melhor,,,desejos,,sonhos,,,ideais,,,,abraços amigo e uma semana de muita paz pra ti.

    ResponderEliminar
  13. Caro Luís,

    Muito bom o seu CANTAREI, cuja qualidade vem somar-se aos seus outros poemas, que já tive o prazer de fazer suas leituras.

    Poetas, como o amigo Luís fazem, de forma discreta, muito pela nossa cultura.

    Um grande abraço,
    Pedro.

    ResponderEliminar
  14. Meu amigo Luís, tem razão, o desmantelamento do Serviço
    Nacional de Saúde há muito que
    começou e caminha para o seu
    fim e as pessoas continuam a
    votar exactamente nos dois partidos
    "habituais"...
    Obrigada pelas suas visitas e suas
    palavras sempre amigas e simpáticas.
    Bj/Irene

    ResponderEliminar
  15. Tuas poesias estão cada vez melhores, esta então, está maravilhosa, parabéns!
    Um grande abraço e uma linda semana

    ResponderEliminar
  16. Uma verdadeira e bela ode à vida!
    Canta e encanta, sem dúvida!
    Belo, belíssimo!

    Resto de bom domingo. Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Ei!
    Chegando pra conhecer
    e ja adorando tão belos versos.
    Vou apdar ve-lo la no meu canto d poesia.
    Convite feito.
    Bjins entre somnhos e delírios

    ResponderEliminar
  18. Olá Luís ^^

    Vim ler a cantiga tão bem escrita num fantástico poema harmonioso que diz muito a alma do poeta :)

    Dizem que quem canta o seu mal espanta, mas neste caso fica melhor acabar a rima em (quem canta sempre) "encanta".

    um abraço ^_^

    ResponderEliminar
  19. Meu amigo mais um dos tantos maravilhosos poemas, cada um de nós canta como sabe e quem não sabe cantar fica calado que é o meu caso.
    Beijinhos de luz e paz

    ResponderEliminar
  20. Meu querido amigo
    Muita emoção e sentimento, neste belo poema, adorei.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  21. ..."Cantarei o amor que
    nasce no peito
    E que se reparte com
    muito respeito."

    ...e é com este amor repartido
    que venho aqui desejar-lhe
    uma lindíssima semana envolta
    de paz e muito amor!

    bj, poeta!

    ResponderEliminar
  22. *
    canto, canto contigo Luís,
    as margens do Lena
    porque vale a pena
    porque é um cantar belo
    como o altivo Castelo
    da Cidade Lis,
    ,
    marés de estima, deixo,
    ,
    *

    ResponderEliminar
  23. Um poema de primeiríssima qualidade. Um grande prazer ao lê-lo. Escreva sempre!

    ResponderEliminar
  24. Caro amigo Luis

    Hoje estou passando para agradecer
    a sua amizade.
    Amizade que torna a vida preciosa.
    Que enche de cores as minhas palavras.
    Que me faz ainda mais feliz,
    com o afeto distribuído
    a cada visita,
    a cada comentário
    e a cada palavra escrita
    no livro dos meus dias.

    Sua amizade me faz melhor.

    ResponderEliminar
  25. Canta pois então, meu amigo, "que a cantar ninguém te afronta"!
    Abraço
    João

    ResponderEliminar
  26. Que lindo seus versos, parabéns poeta!
    Obrigada por sua visita meu amigo !
    Bjsssssssss
    Gena

    ResponderEliminar
  27. Abraços fraternos de otima semana pra ti amigo...

    ResponderEliminar
  28. Agradeço que passes lá por casa.

    Boa semana.

    ResponderEliminar
  29. Cantemos e nos alegremos.
    O teu poema em sí, já é um canção meu amigo, que com tanto esmero, tu a escreveste.
    Cantemos, juntos, com tua alegria, e façamos dessa poesia, um hino ao Amor, à Vida, à Paz e à Natureza.
    Um abraço de teu leitor, até a próxima.

    ResponderEliminar
  30. Este seu poema, Cantarei, tem uma força de ânimo, que até contagia!...
    Apesar de muita coisa má, ainda há muitas outras que merecem ser cantadas, com toda a força poética, que o Luís tem.
    Um abraço,
    Manuela

    ResponderEliminar
  31. Luís,
    Cantar o amor, a dor, a amizade, a vida...
    É o dom do poeta levar toda essa emoção aos corações.
    Encantou-me seu poema.
    Abraços,
    Cida.

    ResponderEliminar
  32. "Cantarei as estrelas que brilham no Céu,
    O verde dos campos e a noite de breu"

    Cantar com os olhos rasos de lágrimas é, por vezes, a única maneira de entender certos poemas...

    Paulo

    ResponderEliminar
  33. Meu poeta Luis

    Amei sua poesia, um dia todos nos cantaremos ao Sol, Lua e para toda natureza que envolver nossa verdadeira essência que é o amor, somente os poetas tem esse dom lindo de senti-la e descreve-la, você um deles.


    beijos,

    ResponderEliminar
  34. Amigo Luís!

    Obrigada por todos os seus comentários e presença constante em quase todos os meus Blogues e não só.

    Este seu poema é mais do que um hino à vida.
    É um bálsamo para o coração.
    Obrigada por este momento.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  35. Realmente temos ambas muita sorte (eu e a minha filha) por conseguirmos estar tão presentes na vida uma da outra...há o funcional do dia a dia mas há sempre tempo para a brincadeira e o carinho...pena que este país não entenda que somos nós que estamos a 'construír' o país de amanhã

    beijos

    ResponderEliminar
  36. Abraços fraternos de bom dia pra ti amigo,,,

    ResponderEliminar
  37. Pois canta canta essas canções de amor e paz, "até que a voz te doa"

    ResponderEliminar
  38. Assim a cantar as coisas bonitas que ainda existem neste nosso mundo, viverão os poetas do nosso contentamento.

    Assim foi no passado e que assim seja no futuro.

    Continue a cantar para o seu e nosso prazer! Nós agradecemos!

    Abraço,
    António

    ResponderEliminar
  39. Renova a tua força
    No silêncio do teu coração
    Cansado e dolorido,
    De tempos passados
    E nunca esquecidos.


    Um dia de luz e paz.......Beijos meus!M@ria

    ResponderEliminar
  40. E fazes tu muito bem em cantar! Quem "canta" desta maneira merece bem o seu tempo de antena.

    Abracos, Luis

    ResponderEliminar
  41. Caro amigo Luís Coelho.

    Permita-me que o trate assim!
    Agradeço a sua visita.

    Foi uma agradável surpresa, esta de ler o seu poema que é uma bela canção que transpira vida.

    Gostei muito.
    Voltarei sempre que me for possível.
    Abraço
    Pedro

    ResponderEliminar
  42. Boa noite,
    muito lindo caro Luís, é sem dúvida um belo canto.

    Beijinhos,
    Ana Martins
    Ave Sem Asas

    ResponderEliminar
  43. Interessante a sua narrativa sobre memória, tempo, estrelas, firmamento. Eu acabei de fazer um texto sobre as mesmas coisas, mas a beleza das particularidades, das experiencias individuais realmente fazem do igual, um mundo único e ímpar!

    Abraço!

    ;)

    ResponderEliminar
  44. Interessante a sua narrativa sobre memória, tempo, estrelas, firmamento. Eu acabei de fazer um texto sobre as mesmas coisas, mas a beleza das particularidades, das experiencias individuais realmente fazem do igual, um mundo único e ímpar!

    Abraço!

    ;)

    ResponderEliminar
  45. ... É um sonho esta vida, mas um sonho febril de um instante único. Quando dele se acorda, vê-se que tudo é só vaidade e névoa...

    Gustavo Adolfo Becker.

    Amo sua amizade.....Beijos & Flores! M@ria

    ResponderEliminar
  46. Pois então cante e encante,as coisas lindas da vida. As tristes são para serem choradas. Adorei meu amigo. Beijo meu

    ResponderEliminar
  47. Meu amigo boa semana para si e os
    seus.Bj/Irene

    ResponderEliminar
  48. cantou,canta e cantarás
    um canto tão bem cantado
    que sua alma ha sempre de cantar..
    Eu cantarei de amor tão docemente,
    Por uns termos em si tão concertados,
    Que dous mil acidentes namorados
    Faça sentir ao peito que não sente.
    é belissimo seu poema!!

    ResponderEliminar
  49. Eu di novuuuuuuu, vasculhando sua alma. Nossa que lindo amigo, isto não é só um poema é uma preçe, uma linda oração, vou levar comigo e guardar, e relembrar sempre, muito obrigada, emocionante mesmo.
    com carinho
    Hana

    ResponderEliminar
  50. Abraços fraternos de bom dia pra ti amigo...

    ResponderEliminar
  51. E quem assim canta
    canta a vida que se faz Dia a cada momento.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  52. Que lindo poema! Pleno de alegria e esperança.
    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  53. Bonito hino à Vida... também quero fazer parte desse côro...
    Beijo
    Graça

    ResponderEliminar
  54. Amigo, o som do seu cântico me
    inebriou aqui... Levitei, nas asas do
    vento, voei, em nuvens descansei, e
    por momentos a tristeza se inibiu, no
    espaço sumiu, ficando aqui só o som
    dos teus sublimes versos a embalar
    meu coração... Todos os aplausos a ti
    meu amigo!!! Carinhos a você...
    Abraços

    ResponderEliminar
  55. Que lindo Luiz!
    Passei pra lhe desejar uma boa noite de sono!
    Bjssssss
    Gena

    ResponderEliminar
  56. E eu dançarei contigo - sorriso radiante no rosto e a brisa balançando os cabelos...

    Lindo, Luís!

    Beijoca

    ResponderEliminar

Cada comentário é uma presença de amizade