quinta-feira, 29 de julho de 2010

silêncios






Os teus silêncios
Pesados ou leves
Despertam-me o olhar
Num mar de sentidos
Diversos, perdidos, 
Que nos fazem pensar
Em nova forma de amar
E vivendo construir
Mais amor a florir.

A alma dança perdida
No vazio dos silêncios
Renascendo amadurecida,
Mais nobre e enriquecida 
De belos pensamentos
Criados nesses momentos.
O silêncio de palavras vãs
Formam as mentes mais sãs,
Mais livres e conscientes
De valores como presentes. 
Luíscoelho



29 comentários:

  1. O conteúdo deste seu poema está muito certo meu amigo.Parabéns.
    Desejo que se sinta bem com este
    imenso calor que tem estado e
    mais uma vez, tristemente, o país
    a arder...Ano,após ano...
    Bj./Irene

    ResponderEliminar
  2. Só mesmo tu... a fazer jus ao epíteto de "sonhador" que escolheste para o blogue.

    Abraço
    João

    ResponderEliminar
  3. Olá, LUIS,
    Nunca se deve deixar de sonhar. Nos teus silêcios, és um "expressivo" sonhador...
    O silêncio permite-nos reparar nas coisas mais simples e valorizar o que é belo.
    Um abraço.
    Jorge

    ResponderEliminar
  4. Meu caro Luís Ccoelho:
    Este pensamento é o espelho de uma alma, o retrto de uma personalidade ímpar!

    Gostei!

    ResponderEliminar
  5. Bom dia
    Nos silêncios formulam-se, talvez, as palavras mais importantes... aquelas que nos saiem da alma e que são as verdadeiras. Para quê palavras quando o que somos, só por si, diz tudo.
    Ultimamente também tenho sentido muita necessidade de silêncios.
    Contudo, deixe-me que lhe diga que gosto de passar por aqui e ler as suas palavras.. mesmo as mais silênciosas.
    CF

    ResponderEliminar
  6. Silencios atraem,,,são cativantes,,,chamativos...sedutores,,,muitas vezs os silencios dizem muito...abraços amigo e um belo dia.

    ResponderEliminar
  7. Que lindo. Tão profundo e tão constructivo. Parabéns !

    ResponderEliminar
  8. Meu querido amigo

    O seu poema fala de um sentimento que tão bem conheço.
    Lindo como sempre.

    Beijinhos com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  9. E como há silêncios que dizem tanto...

    ResponderEliminar
  10. Caríssimo amigo, Luiz

    Como estás? Sei que Portugal sofre com o calor e espero que não estejas padecendo demais.
    Como bom "sonhador consciente" que és, sempre trazes belas mensagens para todos nós. O silêncio nos permite ouvir a sabedoria do Universo.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  11. "(...)A alma dança perdida
    No vazio dos silêncios (...)"

    A alma, por vezes, também se perde...É um sinal que obriga parar para escolher o rumo certo.´
    Na verdade o "rumo certo" nem sempre é o mais querido da razão...mas o que, ainda assim, merece menos censura...Rissssssssss

    Paulo

    ResponderEliminar
  12. Luis, amado!
    Sonhos... realização deles... Sim, saimos mesmo muito mais fortalecidos. Gostei imenso, desse poema, especialmente pelo momento que "rê"sonho.
    Beijuuss n.c.

    www.toforatodentro.blogspot.com

    ResponderEliminar
  13. É verdade; o silêncio diz tudo. Quase sempre encontramos a Paz Infinita dentro da calmaria.
    Belo poema! Parabéns ao escrevê-lo!

    ResponderEliminar
  14. Amigo Luis: Obrigada pela visita a um dos meus blogues, Lindo poema este gostei imenso vou continuar a fazer mais visitas, o outro Blog não sei se viu mas é Silenciodosmeussonhos.blogspot.com
    Um abraço
    Santa Cruz

    ResponderEliminar
  15. ______________________________

    ... silêncio, pode ser bem mais eloquente que qualquer palavra...

    Bonito poema!

    Beijos de luz e o meu carinho...


    ____________________________________

    ResponderEliminar
  16. Se é triste sentir saudade,
    muita saudade de alguém,
    maior infelicidade
    é não tê-la de ninguém.

    (Yde Schloenbach Blumenschein)

    Beijos e abraços.....Feliz Noite!

    ResponderEliminar
  17. *
    amigo
    há silêncios
    que são milhões
    de decibéis !
    ,
    um abraço,
    ,
    *

    ResponderEliminar
  18. Um belissimo final de semana pra ti amigo,,,paz e poesia sempre...abraços fraternos.

    ResponderEliminar
  19. Amigo, lindíssimo poema.

    "As mais lindas palavras de amor são ditas no silêncio
    de um olhar." (Leonardo da Vinci)

    Bom fim de semana
    bjs do tamanho do infinito
    Maria

    ResponderEliminar
  20. aah tô aqui.. boa noite!
    gostei do poema.. curto mto quem escreve, logo adoro ler =D
    tá lindo.

    bjs

    ResponderEliminar
  21. Belo poema meu amigo.

    Desejo um lindo final de semana com muito carinho.
    Abraços

    ResponderEliminar
  22. Luís,
    Realmente não sei como pode andar um poeta só aqui na blogosfera! Não publicou nada?
    O grande significado de"
    o silêncio das palavras vãs
    Formam as mentes mais sãs
    Mais livres e conscientes
    De valores como presentes"

    Muitos parabêns e um bom fim de semana
    Beijo

    ResponderEliminar
  23. Por vezes os silêncios têm que ser descobertos e lidos...Num olhar , num gesto....

    Belo poema

    Bom fim de semana

    Bjgrande do Lago

    ResponderEliminar
  24. Luis, que lindo tudo o que você escreve...adorei seu espaço...estou a seguir o seu Blog.
    Que seu final de semana seja maravilhoso!
    Beijinho
    Valéria

    ResponderEliminar
  25. Meu amigo bom fim de semana.
    Bj./Irene

    ResponderEliminar
  26. "O silêncio de palavras vãs
    Formam as mentes mais sãs" grande verdade esta!
    Bom fim de semana
    Abraço

    ResponderEliminar
  27. São os silencios da alma que nos fazem florir o coração
    Bj

    ResponderEliminar
  28. Amigo

    Tenho de conseguir romper este silêncio para trocarmos dois dedos de conversa quando eu me deslocar à nossa terra...

    Confesso nunca ter imaginado que tinhas uma veia poética tão expressiva..

    Um abraço

    ResponderEliminar

Cada comentário é uma presença de amizade