quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Menino

Na simplicidade duma gruta abandonada
Está Jesus numa cama de palhinhas deitado
É velado pelo olhar de José e de Maria
E desejado por todas as crianças com alegria.
Menino Jesus Nu, sem abrigo é assim apresentado.
Os Teus olhos sorrindo e mais amor estão pedindo.
Maria com panos Te vestiu e em seu colo Te guardou
Diz a lenda que em Te ver tão pequenino também chorou.
Menino Jesus quero perguntar-Te - Porque estás Nu...?
Foram os homens que as Tuas roupas Te tiraram...?
Neste Inverno rigoroso veste lá as Tuas roupas
Ficarás mais aconchegado por todo o amor que Tu nos dás.
Manda tambem aos Teus anjos umas vestes para usar
Não devem aparecer nus para sua beleza mostrarem.
Meu atrevimento é grande, mas vais me perdoar
Manda também os políticos de boas roupas usarem
Aquelas de não roubarem nem os ladrões protegerem
Aquelas dos bons princípios o respeito e a fraternidade.
A roupa branca é da paz, do pão e da igualdade,
O azul é da esperança da concórdia e da amizade
E todas estas roupagens os políticos devem usar.