domingo, 9 de agosto de 2015

Perdi-me no mar


(foto google)

Perdi-me no mar
De te amar a brincar,
Sentindo a dor 
De me querer dar
Mas perdi-me no canto 
De te amar sem pensar.
Cantei à noite
E cantei de  dia
Para te ver despertar,
Até mesmo a dormir
Eu te quis sentir
Cá dentro do peito 
E só desse jeito
Poderemos voar.

Perdi-me no mar
De amar os teus beijos  
E no calor dos desejos
Segui a remar.
O amor é brilhante
Mas em cada partilha 
Nada é semelhante.
Perdido eu vivi 
E depois que te vi
Não te quis mais perder, 
Só com o teu amor eu quero viver,
Mas se ele partir para outro lugar
Prefiro morrer a ter de sofrer 
Tão longo penar.
luiscoelho
Agosto2015