domingo, 10 de outubro de 2010

A chuva cai

A chuva cai forte e fria
E correndo se mistura
Pela terra com fartura
Vai caindo noite e dia
Com pingos de água pura.


E quando cai lentamente
Passando por vales e montes
Faz renascer muitas fontes
Mas segue apressadamente
Para lá dos horizontes


A chuva cai sem cessar
Fazendo um belo concerto
Às cordas deu um aperto
Voltando sempre a cantar
Lá longe como aqui perto.
Luíscoelho


ou


A chuva cai
Possuindo a terra
E nua vai 
Regando a serra
Com suaves mantos
De coloridas cores
Tantos encantos 
Se divina fores
Caminhos secretos
De formosas gotas
Segredos tão certos 
De águas marotas
Luíscoelho