sábado, 7 de fevereiro de 2015

Procuro Deus



Procuro Deus, o meu Senhor,
Rei do tempo e do Universo.
Procuro-O no sopro do vento,
No sibilar destes versos.
Procuro-O no tempo de paz,
Na distância do pensamento,
E quando se fala de amor.
Procuro-O no silêncio dos gritos.
Na injustiça, fome e desamor.

Foi no olhar das crianças
Que aprendi a escutar-Te
Foi na sua simplicidade
Que aprendi a amar-Te.
Foi no luar das noites frias
Que me ensinaste a sonhar
E nas horas mais tardias
Que me ensinaste a perdoar.
Foi no silêncio dos mais velhos
Que aprendi o bom viver.
Foi nos seus gestos banais 
Que descobri o Teu Ser.
Luíscoelho
Fev/2015