terça-feira, 7 de abril de 2015

ventos da noite



Nestas madrugadas vou acordando aqui e ali 
Buscando amor, uma flor um sorriso...
Tantas coisas que nunca disse nem digo...
Partes de mim cortadas pelo vento que sopra em silêncio e deixa-me assim...

luiscoelho
Abril/2015