sábado, 27 de junho de 2015

A cor do desejo



Amanheceu nos lábios prenhes de calor,
Semeados de silêncios, clareando o dia.
Misturaram-se as cores com muita magia,
E transbordaram duas mãos de muito amor.
Ambos desejavam e também lhes competia
Esta dança fascinante e de bela ousadia.

Beberam sons em gestos de acordar
Teceram quadros cheios numa só cor
Dobraram os cantos sem ângulos de dor
E amaram num querer sem se cuidar
Porque a vida se fazia assim neste alvor
E nada mais se pode ter sem este amor.

Coseram num só ponto a força do seu querer 
Selaram o acordo de duas vidas num só viver
E amaram-se ainda mais neste amanhecer.
Luiscoelho
Junho/2015