sexta-feira, 29 de abril de 2011

Ao meu menino

Meus olhos andam vazios
Procurando o teu perfume
Andei perdido no tempo
Corri feito um vagalume
Noites e dias sem rumo
Morrendo sem um queixume.


Meu coração enfraqueceu
Batendo descompassado
Perdeu o ritmo da vida
Vestiu-se de luto pesado
Se o amor é uma conquista
Deixou-me desamparado.


Teus olhos com vida partiram
Na busca da vida encontrar
E os meus perderam a cor
Tantas noites contigo a sonhar,
Mas se eu te pudesse prender
Ensinava-te esta força de amar
Para que fosses mais livre a viver
E mais forte na vida a lutar.
Luíscoelho