sábado, 6 de dezembro de 2014

Deste-me esperança

Fotografia

Deste-me esperança num fio de Sol
Era fino e frágil, mas trazia felicidade.
Bailava no olhar com que nos amávamos
Tinha o brilho do amor que nos aproximava.

Deste-me esperança numa gota de orvalho
Tão leve e suave, diamante de muita raridade.
Os raios de sol tornavam-na transparente
Nas cores mais belas que o arco-íris consente.

Deste-me esperança no brilho dos teus olhos
A mais suave luz deste nosso entardecer.
Encantados parámos. Depois quisemos saber: 
Onde vamos saciar esta fome de um só querer?

luíscoelho
Dezembro/2014