sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Bom dia amor


as minhas rosas

Meu amor 
Vem vestir-me a nudez do teu amor,
Aquele espaço que era nosso e tu sabias,
Vem vestir-me com o sopro do teu calor, 
Pois este tempo já me transforma em pedra fria,
Já se desfazem todos os sonhos que eu trazia. 

Meu amor
Vem vestir-me a nudez do teu amor
Aquele brilho que sempre oferecias, 
Vem vestir-me de esperança e outras cores
Roupas bordadas de carinho e alegria
Reforçadas de presença e simpatia.

Meu amor
Vem vestir-me a nudez do teu amor
Esse espaço onde te dás e te renovas.
Vamos viver-nos de mais vida e mais fulgor 
E façamos a caminhada destes dias com o calor
Daquele tempo em que as roupas eram sobras. 
Novembro/2015

Luíscoelho