segunda-feira, 9 de agosto de 2010

A minha dor

A minha dor
Vai comigo a onde eu for
Segue-me surda nos lamentos,
Cega nos dias e pensamentos
Acompanha-me no que faço
E nunca me larga o passo.
A minha dor 
É fogo ardente de amor
Nasceu e vive comigo
Faz-me sofrer de castigo
Apaga a leda alegria 
E em tudo a contraria
A minha dor 
É chama fria sem cor
E sombra repetida
Não tem peso nem medida
Não tem forma nem razão
Vive dentro do coração


Luíscoelho

46 comentários:

  1. "Há três tipos de pessoas na vida: as que querem, as que preservam e as que sabem amar de verdade."

    (Autor Desconhecido)

    Afagos no coração...Feliz semana!!

    ResponderEliminar
  2. A minha dor é minha...de mais ninguém...nem mais nem menos: minha. Uma semana ILUMINADA, amigo.
    Beijuuss n.c.

    www.toforatodentro.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Ah mas seu poema é arrebatador!
    Momento ímpar de inspiração,
    Que nos trouxe versos inspirados
    e inspiradores... Amor e dor, é
    uma dupla que não se separam...
    Aplausos poeta!!! Que você tenha
    uma linda e abençoada semana...
    Carinhos meus pra ti... Abraços

    ResponderEliminar
  4. Bonita forma de escrever...

    Mas a dor deve servir de aviso, até de correcção, talvez, de crescimento, nao sei, mas nao se deve instalar e criar direitos. É como um aviso amarelo para um vermelho que nao pode ficar sempre.

    Um grande abraço...

    ResponderEliminar
  5. *Luís, sofrer duas vezes ou mais

    é DOENÇA !!!

    A fila anda, menino !!!

    *Bola pra frente !!!

    *Boa semana !!!

    *Fiques com Deus !!! *

    *Um abraço.

    ResponderEliminar
  6. A sua dor
    é dor
    de um sonhador

    mas existem outras dores,
    em outros homens
    doridos
    doentes
    feridos

    ResponderEliminar
  7. Luís,
    Tu dizes que a dor é surda e é cega...
    Mas ela fala, grita com uma voz que somente os amigos podem ouvir, pois não foi dada a todos os amores a sensibilidade de perceber a dor do ser amado.
    Por isso cultivo meus bons amigos, anjos que me ajudam a viver.
    Tenha uma semana linda.
    Abraços,
    Cida.

    ResponderEliminar
  8. Olá querido poeta, a minha dor é não poder dar mais amor, não poder ser mais fraterno, não poder ajudar mais os irmãos que sofrem...parabéns pelo poema e nos ajudar a refletir mais.

    forte abraço

    C@urosa

    ResponderEliminar
  9. Querido amigo...belíssimo seu poema, apesar de tão cheio de dor...espero que esta dor te abandone...que você a convide para se retirar da sua vida e reste em ti o seu melhor...o puro amor...e que ele, só ele ,te faça companhia...
    Tenha uma maravilhosa semana!
    Beijinhos...
    Valéria

    ResponderEliminar
  10. Luís,
    Um lindo poema de amor, mas porque é que amor liga sempre com dor, sentimentalmente falando?
    Gostei demais,
    Grande abraço poeta,
    Manuela

    ResponderEliminar
  11. Oi Luís
    Tomara que sol nasça, que o vento sopre para longe essa dor que tanta te maltrata.
    Abração

    ResponderEliminar
  12. A dor faz parte da vida. Sempre tentamos ameniza-la.
    Abraços criativos

    ResponderEliminar
  13. Gosto da estrutura, da rima e do conteúdo.

    Realço:

    "A minha dor
    É chama fria sem cor
    E sombra repetida
    Não tem peso nem medida
    Não tem forma nem razão
    Vive dentro do coração"

    Assim é a dor do poeta, sem peso, sem medida, sem razão...

    Um beijo

    ResponderEliminar
  14. Boa noite Luis,
    Belo poema, com cunho pessoal.
    A dor que sentimos pelas pessoas que partiram faz parte da felicidade que tivemos.
    Um abraço do amigo incondicional,
    Jorge

    ResponderEliminar
  15. Querido amigo, não sofra, não vale a pena...Beijocas

    ResponderEliminar
  16. ...ahhhhhhh poeta!

    o amor não pode trazer dor!

    amor é estado de alma feliz!

    se há lágrimas neste meio,
    só se for de felicidade.

    bjinhu brasileiro...

    ResponderEliminar
  17. Carinhos desenhados em
    palavras são como flores perfumadas...

    - Dolce Bárbara –

    Beijos & Flores.....M@ria

    ResponderEliminar
  18. Teu lindo poema, tão sentido e verdadeiro, nos faz sentir como se fosse nossa, essa dor que lamentas. Então lembrei-me de um outro poeta que escreveu:

    O poeta é um fingidor.
    Finge tão completamente
    que chega a fingir que é dor,
    a dor que deveras sente!

    Fernando Pessoa.

    Todo meu carinho a vc, meu gentil poeta.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  19. Amigo Luis: A Minha dor não é de amor, mas sim porque perdi mais uma linda flor, Lindo poema meu amigo mas eu ultimamente só tenho escrito para as minhas flores, no sabada passado perdi mais uma flor do meu lindo Jardim, mas hoje fui compensado, porque nasceu a flor mais bela do meu Jardim meu neto Gonçalinho.
    Um Abraço
    Santa Cruz

    ResponderEliminar
  20. Cada um tem direito a ter a sua dor... mas quanto mais a acalentamos, mais ela cresce e dói.
    É melhor mandá-la para longe.

    Obrigada pelos votos de boas férias.
    Tudo de bom por cá.
    Até ao meu regresso. Beijinhos

    ResponderEliminar
  21. Amigo; fizeste-me recuar no tempo, aos meus 35 anos, recém separada, com dois filhos, longe de casa e de todos, em África e pensei, vou para tal lugar...vou esquecer...e constatei que; não importa para onde vamos, não vale a pena mudar de mundo,de terra, de País..a dor acompanha-nos como uma segunda pele...

    beijinho da laura

    ResponderEliminar
  22. "Existe uma vitalidade, uma força de vida, uma energia, um despertar, que é traduzido em ação através de você, e porque só existe um de você em todos os tempos, essa expressão é única.

    (Martha Graham)

    Beijos poéticos.....M@ria

    ResponderEliminar
  23. Meu querido Luis
    Um poema dorido, mas belo.

    A minha dor
    É chama fria sem cor
    E sombra repetida
    Não tem peso nem medida
    Não tem forma nem razão
    Vive dentro do coração

    Como sei do que fala.

    beijinhos
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  24. ________(¯`: ´¯)▓▓)
    _______(¯ `•.\|/.•´¯)
    ____(▓(¯ `•.⋐(█)⋑.•´¯)▓▓)
    ____(▓▓(_.•´/|\`•._)▓▓▓▓▓)
    ____(▓▓▓▓(_.:._)▓▓▓▓▓▓▓▓)
    _(▓▓▓▓▓_▌▌_▓▓(¯`:´¯)▓▓▓▓▓)
    _(▓▓▓▓__▌▌_(¯ `•.\|/.•´¯)▓▓▓)
    __(▓▓____▌(¯ `•.⋐(█)⋑.•´¯)▓)
    ___(▓▓___▌▌▓(_.•´/|\`•._)▓)
    ____(▓___▌▌▓▓ (_.:._)_▓)
    _______(▒❤▒) _____ (▒❤▒)
    _____(▒❤▒▒❤▒)__(▒❤▒▒❤▒)
    ___(▒❤▒▒▒▒❤▒)(▒❤▒▒▒▒❤▒)
    __(▒❤▒▒▒▒▒▒▒❤ ▒▒▒▒▒▒❤▒)
    __(▒❤▒▒▒▒▒▒ ❤▒▒▒▒▒▒❤▒)❤
    ___(▒❤▒▒▒▒▒▒❤ ▒▒▒▒▒▒❤▒)
    ____(▒❤▒▒▒▒▒▒▒▒❤▒▒▒▒) ❤
    ______(▒❤▒▒▒▒❤▒▒▒▒❤▒)
    ________(▒❤▒▒▒ ❤▒▒❤▒)
    __________(▒❤▒▒▒❤▒▒)
    _____________(▒❤▒▒)
    _______________(▒)Eu sou como o jardineiro
    todos os dias rega suas florinhas para que elas brilhem e deixem seu perfume em nosso coração.

    ResponderEliminar
  25. Luís,
    Que dizer?....
    Venho sempre a este seu cantinho e daqui saio mais enriquecida.
    Beijo

    ResponderEliminar
  26. *
    é sem dor,
    que remo com as palavras
    entrando nos teus poemas
    com a força que os lavras .
    ,
    um abraço,
    ,
    *

    ResponderEliminar
  27. Ah! poeta amigo, a dor se aconchega, porque damos espaço..
    Devemos manda-la embora, lembrar somente de algo que nos faz feliz.
    Ai então a dor percebe que não é bem vinda, dá lugar a esperança cheia de alegria...
    Você, conseque passar em sua escrita tudo que muitas vezes não temos coragem de dizer...
    Abraços carinhoso

    Preciosa Maria

    ResponderEliminar
  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  29. Como avaliar a dor?
    Como medir?
    Só quem a sente pode responder. Mas uma coisa é certa, ela tem limite, só o amor é que não.

    Parabéns, querido poeta. Simplesmente lindo e reflexivo.

    Bjo e abraço na alma.

    ResponderEliminar
  30. Lindo e verdadeiro poema.
    Obga. pela visita e comentário é sempre uma honra recebê-lo no "retirito".
    Abraço
    Mer

    ResponderEliminar
  31. Essa dor que a gente carrega na alma e nos persegue diariamente ao infinito nos proporciona belissimso poemas,,,abraços amigo e um belo dia pra ti.

    ResponderEliminar
  32. Querido amigo, estou em viagem mas em sua comapnhia, aki no Hotel ao ler seus post, e li muitos e vou citar alguns, acabei de ler o post dos advogados que se encontraram em um motel, li sobre o cachorrinho, li outros poemas, aki tem muita coisa boa, olha aki no Jpão ja passa da meia noite e estou a te ler,rs, mas em fim esta semana vou fazer uma homenagem pra vc em meu blog, estou a escolher um post seu, se me permite, vou coloca-lo em meu mural dos Quem sou deixa marcas, e vc é um dos meus escolhidos a dedo, então como disse estou em viagem mas logo que chegar em casa este fim de semana eu coloco a postagem mas te aviso ok, um grande abração, desta amiga que te admira muito, como grande poeta e escritor que é, QUEM VC É DEIXA MARCAS.
    com carinho
    Hana

    ResponderEliminar
  33. O AMOR caminha junto com a dor, só que o AMOR é maior. Abraços

    ResponderEliminar
  34. Olá, amigo!
    Conheci seu espaço... amei!
    Sua poesia é simples, graciosa e chega direto ao coração.
    Você é muito sensível... e muito talentoso.
    Tudo de bom para você.
    Beijinhos.
    Itabira
    Brasil♥

    ResponderEliminar
  35. Amor e dor são rimas iguais, mas preenchem nossa vida de forma muito distinta. É lindo o poema, embora a dor não o seja.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  36. "Liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, não há ninguém que a explique e ninguém que não a entenda."

    (Cecília Meireles)


    Saudaçoes Poéticas......Beijos!

    ResponderEliminar
  37. "O importante não é o dia em que conhecemos novos amigos, e sim o dia em que eles começam a fazer parte de nossas vidas."

    (Autor Desonhecido)

    Feliz Sexta-Feira....Abraços!!M@ria

    ResponderEliminar
  38. Abraços fraternos de otimo final de semana pra ti amigo...

    ResponderEliminar
  39. Querido Poeta,
    Creio que dessa dor todos temos um pouco... são as dores da nossa alma, nossos ais...
    Quem muito ama muito mais sofre...
    Lindo e expressivo teu poema.
    Agradeço o carinho da visita e teu comentário.
    Beijo azul!
    RO

    ResponderEliminar
  40. Meu amigo venho dizer-lhe que estarei ausente até 16 de Setembro.
    Uns dias de férias e outros de
    visita a familiares que tenho
    fora do país. A 16 de Setembro
    penso voltar ao v/contato através
    das formas habituais.
    Quero agradecer-lhe mais uma vez
    por tudo e desejar dias bons para
    si e os seus.
    Um beijinho/Irene

    ResponderEliminar
  41. " O meu coração envelhece novo"...apesar da dor. A dor enruga-nos a alma e é a nossa companhia mais fiel..."Acompanha-me no que faço e nunca me larga o passo"
    Penso que, sem a dor...não saberiamos ser humildes e autênticos!
    Beijo e bom fds
    Graça

    ResponderEliminar
  42. A sombra,
    a nossa própria sombra,
    move-se connosco,
    não lhe conseguimos fugir,
    tal como o nosso eu
    cá anda ele, sempre
    ao nosso passo
    ao nosso pensamento

    vale-nos a luz
    basta olhar
    na sua direcção
    talvez a possamos
    um dia tocar

    Um grande abraço, Luís
    António

    ps: fiquei com fé, após ter lido, no post abaixo que talvez tenhas informações e/ou fotos antigas acerca da Igreja de Sto. Agostinho em Leiria. Dos tempos em que a transformaram num quartel, com cavalariças e tudo.
    Se me puderes dar algumas dicas agradecia. Tenho escrito vários posts sobre este tema e gostaria de o aprofundar.

    ResponderEliminar
  43. Minha dor está sob controle.
    Por enquanto.
    Qundo volta finjo que não sinto.
    Um abraço, bom final de semana.

    ResponderEliminar
  44. Amigo, um poema cheio de sentimento, vindo da alma, um poema lindo.
    "O poeta é um fingidor.
    Finge tão completamente
    Que chega a fingir que é dor
    A dor que deveras sente."
    (Fernando Pessoa)
    Bom fim de semana
    Bjs do tamanho do infinito
    Maria

    ResponderEliminar
  45. "As coisas tangíveis tornam-se insensíveis à alma da mão. Mas as coisas findas, muito mais que lindas, essas ficarão."

    (Carlos Drummond de Andrade)

    BOM FDS !Beijos de coração prá coração...M@ria

    ResponderEliminar

Cada comentário é uma presença de amizade