quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Queria beijar-te




Queria  beijar-te
Com a suavidade do vento
Que corre livre como o pensamento
Ou como orvalho da manhã
Cristais puros de vida sã. 
Queria abraçar-te
Com os raios de Sol 
Iluminando as madrugadas 
E transformando-as em alvoradas 
Queria olhar-te
Para alem da alma
E sentir a força de viver
Que está em ti sempre a renascer
Queria ouvir-te
Palavras de amor
Com sinceridade e muito calor
E ainda as outras que silenciamos
Quando por amor as guardamos.
Queria falar-te 
Tudo quanto sinto
Dizer que te amo 
E que por amor não minto
Luíscoelho 

46 comentários:

  1. Imagem colhida no Blogue da Maria
    -Divagar sobre tudo um pouco-
    A quem muito agradeço a gentileza.

    ResponderEliminar
  2. Luís juntos somos mais fortes!!
    Obrigada pelo carinho!

    ResponderEliminar
  3. Muito bonita a forma como expressou os seus quereres.
    Da expressão à concretização o passo pode ser curto.

    Bj
    MariaIvone

    ResponderEliminar
  4. ...e beija-nos com seus
    doces poemas!

    bj, querido!

    ResponderEliminar
  5. Olá amigo Luis; Lindo poema linda a forma como tu te espressaste neste poema.
    Um abraço
    Santa Cruz

    ResponderEliminar
  6. Olá,
    O amor não nos deixa mentir... nossos olhos revelam tudo e um pouco mais...
    Tenha serenidade em seu coração e ame com toda força do seu coração...
    Abraços fraternais

    ResponderEliminar
  7. Meu querido Luís
    Mais um belo poema...um hino de amor.
    Adorei, tenho saudades de o ver no meu cantinho.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  8. Luis, muito bonito este seu poema. Abraço amigo

    ResponderEliminar
  9. Amigo Luís!

    Parabéns pelo belíssimo poema de amor.
    Que esse beijo não demore...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Olá Luis!

    Linda forma de expressar o sentir que se ama alguém - a transbordar de doçura e poesia.

    Um abraço amigo.
    Vitor

    ResponderEliminar
  11. Lindo poema...
    Viajei nos versos. Obrigada por proporcionar esse momento.

    Bjo grande e abraço na alma.

    ResponderEliminar
  12. Luís querido Poeta...quanto romantismo em seu poema...me encantei com tanto amor transformado em versos...
    Beijos...
    Valéria

    ResponderEliminar
  13. OLá Luis
    Tem neste blogue um bonito livro digital de poemas e prosas... Devia pensar em publicar o que escreve (isto partindo do pressuposto que ainda não o tenha feito). Os livros sempre serão livros!
    Embora esta partilha de todos para todos tb seja interessante pela interactividade que se estabelece.
    Gostei do seu poema, como gosto de todos os outros. Romântico, real e a transbordar de uma simplicidade cativante onde os sentimentos deveriam descansar...
    Seria tão bom que as pessoas fossem capazes de expressar estes sentimentos de forma genuina e bela.
    Tudo seria tão mais simples. Não Acha?

    ResponderEliminar
  14. Lindo e profundo o teu sentir!
    É sempre muito gratificante te ler!
    Aplausos sempre a ti!!!
    Carinhos meus a você... Abraços

    ResponderEliminar
  15. E assim se pede um beijo, em versos de amor e se diz toda a vontade de viver todos os sentimentos do nosso coração.
    Graça

    ResponderEliminar
  16. Amigo poeta!
    Lindo e terno teu poema!
    Gostei!
    Beijo
    RO

    ResponderEliminar
  17. Um belo, "simples" e muito terno poema de amor - merece o beijo!
    Abraço

    ResponderEliminar
  18. amigo,amei seu poema é simplimente lindo.me faça uma visita ficarei feliz,tere.tere-terepoesias.blogspot.com

    ResponderEliminar
  19. Certos momentos,
    deliciosamente singulares,
    passam a ser tão importantes
    que, na falta daquele instante,
    deixa um vazio perturbador.
    O coração fica inquieto
    e, na sombra desta ausência,
    desperta uma gostosa saudade.


    MAURICIO FREYESLEBEN


    Amor & Paz na sua noite! M@ria

    ResponderEliminar
  20. Uma poesia que é uma pintura de amor,,,a serenidade de uma alma buscando em outra alma o que deseja,,,o sorriso,,,a paz,,,e o alimento do beijo,,,gosto bom do amor...abraços de bom dia pra ti amigo.

    ResponderEliminar
  21. Olá Luis

    Foi poeta no comentario que me deixou. Obrihado. Gostei daquele comentario que mais foi poesia.

    Do seu poema de hoje, retenho:
    "E ainda as outras que silenciamos
    Quando por amor as guardamos."

    assim como registo a alegria que brota sempre partilhamos e desejamos o Amor. Assim. Lìmpido e bonito como a imagem documenta.

    Um gd abraço

    ResponderEliminar
  22. Amor é vida. Precisamos de amor para viver.

    Obrigado, grande amigo!

    ResponderEliminar
  23. ui que lindo texto.
    então continue a seguir, já tenho o próximo episodio escrito :D beijinhos

    ResponderEliminar
  24. Sabias que és um dos meus amig@s? Venho agradecer-te por existires e seres um del@s...! Se vais ao meu blog saberás a que me refiro... e se queres levas contigo o regalo que, com muito carinho, está pensado para pessoas como tu...!
    Mereces mais..., mas é o melhor que posso dar-te hoje... És um presente para mim... E é o que eu posso oferecer-te, hoje, a ti... El Puente

    Um abraço.

    Sergio

    ResponderEliminar
  25. Olá Luis
    Todos os sentimentos e desejos, transmitidos com suavidade e ternura. Amei.
    Grande abraço

    ResponderEliminar
  26. Lindo! Pela singeleza, pela ternura e pela "limpidez" da alma.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  27. Um belissimo final de semana pra ti amigo,,,abraços fraternos.

    ResponderEliminar
  28. O vwento, esse doce murmúrio a que chamamos poesia!...

    ResponderEliminar
  29. Passando para te desejar um bom fim de semana!
    Paz e Luz!
    Beijo,
    Rosana

    ResponderEliminar
  30. Querido amigo, que hino de amor tão lindo. Fico sempre encantada com as suas poesias, elas tocam o meu coração.
    Desejo um bom fim-de-semana. Sorria para a vida e ela sorrirá para si.
    "O sorriso enriquece os recebedores sem empobrecer os doadores.” (Mário Quintana)
    bjs do tamanho do infinito
    Maria

    ResponderEliminar
  31. Olá querido amigo poeta Luís Coelho, a forma de querer,aprofunda o amor sempre nos faz mais feliz e com a alma mais leve. Lindo, lindo seu poema. Parabéns.

    forte abraço

    C@urosa

    ResponderEliminar
  32. Abraços fraternos de bom sabado pra ti amigo.

    ResponderEliminar
  33. Então fala, pois não há língua mais bela do que a do amor
    Bj

    ResponderEliminar
  34. Estimado Luís.

    Comentar poesia, não é fácil e eu não levo o jeito, mas senti-la sim e eu adorei este teu poema que tão bem nos conta como são as emoções de um coração que palpita mais forte e em alteradas cadências.

    Kandando e um óptimo fim de semana.

    ResponderEliminar
  35. *
    bela
    a suavidade
    das tuas palavras,
    parabens,
    ,
    saudações,
    ,
    *

    ResponderEliminar
  36. Muito romantico, e com a suavidade de um coração acolhedor, que almeja estar bem perto de sua amada.
    Um poema de amor realmente adocicado com palavras simples e amorosas.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  37. Não fiques em terreno plano.
    Não subas muito alto.
    O mais belo olhar sobre o mundo
    Está a meia encosta.


    Friedrich Nietzsche

    Um Domingo de amor & Paz...Beijos!

    ResponderEliminar
  38. Olá Luís, bonito e sentido poema.
    Um abraço
    Boa semana

    ResponderEliminar
  39. Abtraços fraternos de um domingo de paz e uma belissima semana pra ti amigo.

    ResponderEliminar
  40. Uma bela segunda feira pra ti amigo,,,e otima semana...abraços.

    ResponderEliminar
  41. Assim, as marcas do tempo, em minha memória, presentes,
    dispersas seguem seu rumo, e fico com um sorriso leve,
    Tempo que se foi, na brisa, nas nuvens, nas ondas...em mim.

    Reggina Moon

    Feliz Semana! Beijos meus!! M@ria

    ResponderEliminar
  42. e de pequenas coisas se faz um grande amor
    um beijo

    ResponderEliminar
  43. Caro Luís, volto aqui orgulhoso com as suas visitas e comentários aos meus blogues. Do "euquicas" ou no "contos do carmo", é uma grande honra sabê-lo leitor atento.
    Abraço

    ResponderEliminar
  44. Beleza no dizer...
    Gostei muito.


    Orvalho

    Orvalho,

    cristais líquidos

    dum amanhecer, 

    húmido,

    e frio:
    mas belo!


    Há muito escrevi assim, que casualidade!


    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  45. Minha poesia
    É a imagem lúcida
    Captada
    Do facho de luz
    Dos teus olhos,
    Que eu converto em palavras.

    Oswaldo Antonio Begiato


    Saudações Poéticas! Beijos!!

    ResponderEliminar

Cada comentário é uma presença de amizade