quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Presépio/2010


Rogério Lorenzoni
(Foto google)



Natal são as noites frias, 
Húmidas de esperança,
Lembranças perdidas
Procurando a Verdade.
Natal são presépios vivos
São cristais de saudade,
Buscando a alegria
Na sã Amizade.
São crianças maduras
Que cresceram sozinhas  
Com muitas agruras.
Natal são as tardes mornas
Numa luz que renasce
E no amor ao Menino
Que nos ensinou a partilha
E nos falou do perdão,
Que transformou o mundo
Ensinando a Paz e a União
Luíscoelho

Nota
Uma noite mal dormida, muitas palavras incompletas, dores dispersas e pensamentos desalinhados   deu um primeiro poema pobremente vestido.
Nele pretendia deixar uma mensagem de muito amor e carinho para todos, vindo agora repor novo poema dentro das minhas limitações.
2010 Dezembro16 
Luís Coelho



Manhãs frias, húmidas de esperança
Construindo o Natal num sonho de amor
Presépio de pedras tristes, cinzentas 
Em vendavais poluentes de desamor
Chuvas ácidas de fome, tortura,
Guerras, roubo, violações dos inocentes 
Coisas tristes destes dias tão presentes
Tantas lágrimas de pessoas sem ternura.


Tardes mornas de chuva intermitente
Quando a luz se vai sofregamente
Nos gritos lentos das folhas adormecidas.
Presépio que se faz continuamente
Pelas mãos repetidas e crianças convencidas
Que a terra dará pão e o Sol será a razão,
A força esquecida numa súplica repetida
Que renasce cada dia com amor em oração.
Luíscoelho  

Desejo a todos quantos passam por este cantinho, um Santo Natal e um Feliz 2011.
Agradeço reconhecido as palavras de apoio e as visitas sempre agradáveis. BEM HAJAM

40 comentários:

  1. Pois é o Natal, pois é...
    O Natal e o resto; o Natal, o fingimento e o resto...
    Tudo bom para a ti a para todos os que te querem e que tu queres!

    Abraço
    João

    ResponderEliminar
  2. Que no presépio da vida de todos os dias, possamos ver o menino nascer VERDADEIRAMENTE e não apenas em aparências e luzes...abraços,lindo dia e NATAL, chica

    ResponderEliminar
  3. Belissimo meu amigo, que consigamos construir esse Natal todos os dias, em paz, harmonia, amor, união entre as pessoas, respeito, amizade, carinho,,,e tudo que for do bem,,,pois essa é a verdadeira essencia da vinda do menino Jesus...abraços fraternos...

    ResponderEliminar
  4. Oi Luís
    Um presépio no qual já não existe mais a beleza e a solidariedade, que deveria existir no Natal.
    Abração

    ResponderEliminar
  5. Confesso que ainda não estou imbuída no espirito natalício...
    por várias razões, pessoais como sociais... tanta fome e outras misérias que se vêm...
    Esperança de que virão dias melhores.
    Um Bom Natal para si e todos os seus
    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Façamos o presépio no nosso coração e saibamos aquecer tantos presépios ao nosso redor.

    Votos de um santo Natal, com Jesus

    ResponderEliminar
  7. É na simplicidade do presépio que devemos entender o significado da vida...
    Gostei muito do seu post.
    Gostaria de convidá-lo para visitar meu blog. Comentários são muito bem vindos.
    Abraço,

    ResponderEliminar
  8. Caro Luis,

    Pelos seus votos, receba os meus. Receba também este presépio:

    "Viviam José e Maria num lugarejo chamado Nazaré, terra de pouco e de poucos, na região de Galileia, em casa igual a quase todas, como um cubo torto feito de tijolos e barro, pobre entre pobres. Invenções de arte arquitectónica, nenhumas, apenas a banalidade uniforme de um modelo incansavelmente repetido. Com o propósito de poupar alguma coisa nos materiais, tinham-na construído na encosta da colina, apoiada ao declive, escavado pelo lado de dentro, deste modo se criando uma parede completa, a fundeira, com a vantagem adicional de ficar facilitado o acesso à açoteia que formava o tecto. Já sabemos ser José carpinteiro de ofício, regularmente hábil no mester, porém sem talento para perfeições sempre que lhe encomendem obra de mais finura.
    Estas insuficiências não deveriam escandalizar os impacientes, pois o tempo e a experiência, cada um com seu vagar, ainda não são bastantes para acrescentar, ao ponto de dar-se por isso no trabalho de todos os dias, o saber oficinal e a sensibilidade estética de um homem que mal passou dos vinte anos e vive em terra de tão escassos recursos e ainda menores necessidades.
    Contudo, não se devendo medir os méritos dos homens apenas pela bitola das suas competências profissionais, convém que, apesar da sua pouca idade, é este José do mais piedoso e justo que em Nazaré se pode encontrar, exacto na sinagoga, pontual no cumprimento dos deveres, e não tendo sido a sua fortuna tanta que o tivesse dotado Deus duma facúndia capaz de o distinguir dos mortais comuns, sabe discorrer com propriedade e comentar com acerto, mormente se vem a propósito introduzir no discurso alguma imagem ou metáfora relacionadas com o seu ofício, por exemplo, a carpintaria do universo."

    O Evangelho segundo Jesus Cristo, Caminho, 5ª edição, pg. 29 e 30.

    ResponderEliminar
  9. ...oxalá este sentimento,
    este brilho nos olhos,
    esta euforia que vemos
    pelas ruas em busca
    de presentes, viagens,
    trocas de cumprimentos
    sejam sementes para uma
    vida toda, e só assim
    podemos dizer que saudamos
    o Cristo Menino seguindo
    assim todos os seus ensinamentos.

    bom natal, poeta!

    muita luz por aí...

    bjbj

    ResponderEliminar
  10. A lua de prata
    no céu se esconde
    As estrelas pingam
    lágrimas de saudade
    A noite grita
    dentro de mim o teu nome

    Lou Witt

    Feliz noite....Beijos meus! M@ria

    ResponderEliminar
  11. Que clima de natal esse que surgiu agora ein
    minhas lembranças tinham sumido
    palavras que recordaram
    tantas coisas que presenciei!
    Abrçs

    João

    ResponderEliminar
  12. Perpassa a beleza de uma mensagem verdadeira e isso é tudo.

    Obrigada!

    Um Feliz Natal... imenso de Amor.

    ResponderEliminar
  13. Luís,
    Passei para te deixar minha mensagem e fico feliz em receber as tuas, sempre tão plenas de sinceridade e discernimento.
    Eu quero e desejo a todos muita paz neste Natal. Não precisamos de presentes, nem de comilança à mesa; só a família unida, sorrindo, os amigos de longe e de perto sendo lembrados...
    Abraços,
    Cida.

    ResponderEliminar
  14. Para você, também, Luis, um feliz Natal.
    Beijos

    ResponderEliminar
  15. Luís

    um Santo e Feliz Natal para si!

    um abraço

    manuela

    ResponderEliminar
  16. Natal é amor dentro de cada um
    é paz é abrigo em jesus
    que se tornou no menino
    para nos abrir os olhos
    ao brilho da sua Luz.


    Um beijinho da laura

    ResponderEliminar
  17. Meu querido amigo

    Um poema lindo...sentido.
    Que o Natal seja esse que sonhou e escreveu...todos juntos poderemos fazê-lo...basta apenas amor entre todos.

    Deixo um beijinho desejando um bom Natal para si e todos os seus.

    Sonhadora

    ResponderEliminar
  18. Neste Natal vamos multiplicar amor.
    Que sejamos portadores de paz.
    Que possamos dar afagos, carinho, bálsamos de alívio, força e luz a todos aqueles que necessitam.
    Que possamos germinar o amor entre as pessoas, fazendo-os fortes em meio à tempestade.
    Neste Natal e em todos os dias de nossas vidas, desejo que a Paz e a Harmonia encontrem moradia em todos os corações. E que o Natal seja mais um momento em que as pessoas acreditem que vale a pena viver um Ano Novo.
    Feliz Natal, Feliz 2011.

    ResponderEliminar
  19. Feliz Natal também para si Luís, ambos os poemas estão bonitos, a mensagem é de paz e amor, precisamente o que o mundo precisa.

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  20. O presépio da vida real, que seja em busca de muita harmonia, igual seu poema divino.
    com carinho
    Hana

    ResponderEliminar
  21. «Que nos ensinou a partilha
    E nos falou do perdão,
    Que transformou o mundo
    Ensinando a Paz e a União»

    ...mas que nem todos seguem esses ensinamentos...
    Que o Natal do Menino Jesus, seja praticado em todos e para todos em suas/nossas vidas.
    Um Santo e Feliz Natal.
    Abraço forte
    Mer e família

    ResponderEliminar
  22. Parabéns pelo blog e pelos textos... Tenho um blog chamado Folhetim Cultural gostaria que visita-se este é o endereço: informativofolhetimcultural.blogspot.com
    Vamos trocar conhecimentos...
    Ass: Magno Oliveira
    Folhetim Cultural

    ResponderEliminar
  23. Luis, obrigado pelo comentário. Quero dizer que seu poema cumpriu o objetivo de levar a mensagem de natal a todos que ´por aqui passar com certeza. Fico feliz em poder te-lo como comentarista; isso muito me envaidece.

    Abraço e Feliz Natal

    ResponderEliminar
  24. Olá estimado Luís.

    Mensagem bonita e carinhosa, poema que toca pelo que transmite.
    Quem dera que o espírito que se vive nesta época em todos nós perdure para lá desta Quadra.

    Feliz Natal para ti e família e a todos os teus leitores e amigos.

    Kandandos

    ResponderEliminar
  25. Gostei de ambos pois tanto um quanto o outro nos falam de amor ao próximo, da solidariedade e da comunhão dos homens com seu criador.
    Estive ausente e quem perdeu muito fui eu, pois sempre que venho aqui, meu coração se alimenta de tua carinhosa maneira de ser.
    Te desejo um Natal cheio de paz na companhia dos seus e um ano de 2011 maravilhoso e do jeitinho que vc o imaginou.
    Beijokas e meu carinho.

    ResponderEliminar
  26. É Natal
    um beijo

    MAGIA


    Natal...
    Palavra mágica...
    Só em Dezembro...
    Porquê Natal?...
    Porque não...
    Todos os dias?...

    Vamos fazê-lo...
    Vamos parar...
    Vamos pensar...
    E ver que cada um...
    Se olhar ao seu redor...
    Todos os dias...

    Pode fazer...
    Sempre Natal!...


    LILI LARANJO

    tenho o livro para te mandar aguardo direcção

    ResponderEliminar
  27. Olá, vim deixar um carinho de amiga, com abraços de paz, beijos no teu coração.♥

    Olavo Bilac

    Natal


    Jesus nasceu. Na abóbada infinita
    Soam cânticos vivos de alegria;
    E toda a vida universal palpita
    Dentro daquela pobre estrebaria...

    Não houve sedas, nem cetins, nem rendas
    No berço humilde em que nasceu Jesus...
    Mas os pobres trouxeram oferendas
    Para quem tinha de morrer na cruz.

    Sobre a palha, risonho, e iluminado
    Pelo luar dos olhos de Maria,
    Vede o Menino-Deus, que está cercado
    Dos animais da pobre estrebaria.

    Não nasceu entre pompas reluzentes;
    Na humildade e na paz deste lugar,
    Assim que abriu os olhos inocentes
    Foi para os pobres seu primeiro olhar.

    No entanto, os reis da terra, pecadores,
    Seguindo a estrela que ao presepe os guia,
    Vem cobrir de perfumes e de flores
    O chão daquela pobre estrebaria.

    Sobem hinos de amor ao céu profundo;
    Homens, Jesus nasceu! Natal! Natal!
    Sobre esta palha está quem salva o mundo,
    Quem ama os fracos, quem perdoa o mal,

    Natal! Natal! Em toda a natureza
    Há sorrisos e cantos, neste dia...
    Salve Deus da humildade e da pobreza
    Nascido numa pobre estrebaria.

    FELIZ NATAL!

    ResponderEliminar
  28. Luis, amigo poeta, amado!
    A noite mal dormida nos brindou com belíssimo poema. Desejo um NATAL FELIZ para você e toda a sua família! Que as bençãos DELE continue a se derramar sobre todos, não somente no dia de seu nascimento mas nos próximos 365!
    Beijuuss iluminados n.c.

    ResponderEliminar
  29. Um belissimo sabado pra ti amigo...abraços.

    ResponderEliminar
  30. Obrigado LUÍS
    Pela visita e pelos amáveis votos de FELIZ NATAL, que muito agradêço e retribuo.
    Votos de tudo de bom em 2010
    G.J.

    ResponderEliminar
  31. Sendo impossívei um Natal todos os dias, não é impossível que as palavras, como as do meu amigo, estejam sempre presentes, para um mundo melhor!

    Abraço,
    António

    ResponderEliminar
  32. Magnifico como sempre! Sempre adorei o natal, é pena é que este espírito natalicio não prevaleça todos os dias do ano.
    Aproveito para desejar a si e a toda a sua família e amigos, um Feliz Natal, repleto de alegria, saúde, paz e amor.

    “A Melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida.” (desconhecido)

    Que a Luz e o Espírito de Amor do Natal, consigam prevalecer nos nossos corações ao longo de todos os dias do ano que está a chegar, para seja sempre Natal.

    Beijinhos
    Maria e familia

    ResponderEliminar
  33. Olá Luís!

    Também sinto os natais cada vez mais frios.

    Aos amigos de Portugal
    filhos deste nobre povo
    desejo-vos um feliz Natal
    e um prospero Ano Novo

    A todos muito obrigado
    por terem estado comigo
    foi um ano bem passado
    minha amiga e meu amigo

    Espero contar consigo
    neste ano que vem já ai
    é um prazer amiga e amigo
    eu estarei sempre por aqui

    um abraço,
    José.

    ResponderEliminar
  34. acredita que aquele perfil negro na minha imagem ( Moema) era a sombra de objetos em cima do movel aonde esta a foto?

    ResponderEliminar
  35. Imagem que me faz reviver aquele presépio da escola, da velha escola, ainda lá está, mas a cair de velha... as coisas que se deveriam cuidar, e muito, não só por ser passado, mas sim por ser historia: para muitos casa de homens.
    Bonito o teu presépio e os teus dizeres.

    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  36. Um Feliz Natal e um Ano Novo cheio de muita Paz e momentos felizes.
    Obrigada pelos lindos textos com que nos presenteia.

    ResponderEliminar

Cada comentário é uma presença de amizade