terça-feira, 5 de maio de 2009

Posted by Picasa
Nesta madrugada em que os cães me acordaram, procuro nas recordações algo que possa dividir com todos os meus amigos.
Penso que nada há melhor que as cores de uma flor.
Esta não tem cheiro e é de uma beleza ímpar. Foi mais um trabalho, aqui em casa, do Sr Curioso por Conta Própria, meu bom amigo.
Aos poucos se vai libertando dos seus medos interiores e procurando na beleza das fontes, dos prados, dos rios e dos montes para nos oferecer tudo quanto vai descobrindo com essa máquina inteligente.
O cansaço é grande e o silêncio voltou a abraçar este espaço.
Havia alguma coisa na rua que não consegui nem descobrir nem identificar. As luzes do jardim vão continuar acesas.
Ouvi barulho por duas vezes mas não consegui ver  nada. Os cães latiam com muita intensidade e uma fúria desesperada.
Penso que poderão ter sido os gatos. Os meus cães são inimigos naturais desses felinos que durante a noite andam á solta pelos telhados e durante o dia me revolvem a terra dos canteiros das flores