sábado, 16 de maio de 2009

Festa dos 62

Recordar é viver, amar e também sonhar
Pois nesta vida vivemos um canto de embalar.
Juntando os amigos para com eles cantar
E para que todos juntos possamos recordar.

Sessenta e um já passou e dois já vem a ser
Sem de tal me lembrar nem me aperceber.
As coisas que dissemos e as que devíamos dizer
Tantas que não fizemos e deveríamos fazer.

Aos que nos deram lindos e belos presentes
Jamais serão esquecidos e nunca serão ausentes.
E aqueles que recordamos nas nossas mentes,
Pela saudade serão os mais fortes presentes.

Estas festas de família tem alma e coração,
Vivemos como sabemos e com alguma razão,
Repartimos o que temos com sabor a doação,
Esperando novos encontros numa perfeita união.

Queria a todos dizer o meu muito obrigado
Mas naquela grande alegria fiquei embriagado.
A todos estou agradecido, foi um dia bem passado
Se nem tudo foi tão bom espero ficar desculpado.

luiscoelho