sexta-feira, 23 de outubro de 2009

acordar

Quando os dias nascem belos
Acredito no Sol nascente
Procuro em cada momento
A vida na sua corrente
Com mais alegria e sabor
E que me dê de presente
Música em sons de movimento.
Quando os dias nascem belos
Não quero ver a tristeza,
A fome e tanta pobreza
Espalhada pelos ventos
Nos pântanos da maresia.
Quando os dias nascem belos
Acredito na aragem fresca
Que nos beija em segredo
Afagando os pensamentos
Onde desaguam os rios
De acordar em cada dia
Na paz dos bons momentos.
luiscoelho