sábado, 3 de outubro de 2009

O Poema Acontece

O meu poema acontece na noite escura
Caminhando pela estrada à procura
Daquele olhar com o sorriso de saudade.
O meu poema acontece na paixão adormecida
Transportada no vento e de asas guarnecida
Daquele amar que no tempo dá felicidade.
O meu poema acontece nas rosas dos jardins
Florindo sempre mais belas que os jasmins
Daquele amar que o amor não quer perder.
O meu poema acontece em cada madrugada
Mais fino e mais belo que a própria alvorada
Naquela luta que o meu desejo será vencer.
O meu poema vai correndo como um rio
Formando muitas gotas num só fio
Murmurando em cada canto o seu lamento
O meu poema vai caindo lentamente
Nestes traços de papel teimosamente
Transformados na força do pensamento.
luiscoelho