domingo, 9 de maio de 2010

Jesus

Posted by Picasa
Procurei-te na noite escura
Busca louca, ambiciosa e dura
O tempo e o vento me impedia
De procurar-te nas coisas que via.
O Sol era avesso à minha procura
E o relógio em profunda agonia
Tornava maior esta minha loucura.
Acenderei velas na encostas do tempo
E pedirei à Lua que segure o vento
Guardo a certeza de te reencontrar
Aqui ou além em algum outro lugar
Quero amar-te sem nenhum lamento
Nestes caminhos torcidos de vento.
Procurarei estradas viradas a norte
Caminhos batidos sem arte nem sorte
E outros para o sul, a leste e a poente
Seguirei sempre o coração presente.
luíscoelho