quinta-feira, 3 de junho de 2010

SOS



Posted by Picasa

Os meus olhos Senhor, 
Andam de costas voltados,
Procuram justiça sem amor,
Procuram o pão sem dor
Procuram o sorriso sem calor.
Peço-Te nesta madrugada 
De tumultos e sombras interiores 
Um coração capaz de amar
Uma vontade de perdoar
E a alegria de saber olhar.
Os meus olhos não são juízes
A minha vontade não é Lei 
Quero que me deixes perdoar
Quero que me ensines a amar
E com amor tudo possa partilhar.
Desculpa este viver atribulado
Sem saber ajudar, ver e ouvir
Quantos caminham nesta estrada
A levar até ao final da jornada
A sua cruz que também é pesada.
Ajuda-me a olhar em frente
E a amar sem me cansar.
Luíscoelho