sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Se soubesse escrever

Se soubesse escrever
Prender-me-ia à caneta
E deixaria que dançasse,
Cantasse, sorrisse e falasse
E que a todos encantasse.
Deixaria que os pensamentos
Corressem da voz e no tempo
Bem certinhos no papel
Saborosos e refrescantes
Doutos e bons como o mel.
Contaria a tua história
E todas as que viveste
Guardando-as na memória
Nestes traços de papel.
Se soubesse escrever
Muitas coisas não diria
Nem jamais me atreveria
A trair a tua amizade,
O respeito e a bondade
Nestes laços de verdade.
luiscoelho