quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Oração

Acordamos em silêncio. Lá fora o frio e a chuva assobiam nas paredes e nas árvores ainda nuas do Inverno. As lembranças dos temporais por esse  mundo fora caiem-nos em cima como chuvas geladas que desabam, esmagando-nos. 
Arrepiado, levanto-me. Olho a rua e vejo a chuva e o vento. 
Meu Senhor e meu Deus creio em Ti, perdoa por Te esquecer.
Lembra-Te dos pobres, sem nada e das crianças abandonadas.
Lembra-te de quantos, para alem da chuva e do frio, não tem pão para comer, nem tecto para se abrigar......!
Será que vais ouvir-me....?
Só me lembro de Ti quando estou mais aflito. Desculpa! É condição humana !
Hoje, até nem Te pedi nada para mim e os meus. Pedi para tantos, tantos cobertos de chagas e dores.
Pedi-te por todos os que Te esquecem e Te aborrecem e principalmente por aqueles que não Te conhecem nem ainda ouviram falar de Ti.
A todos, Senhor Jesus, dá paz e dá pão. Cobre-nos a todos com o Teu manto de amor.
Dá-nos mais Fé e deixa-nos amar-Te como somos e com o que temos.
Obrigado por me ensinares a orar no silêncio desta manhã
luiscoelho