quinta-feira, 25 de março de 2010

Aquilo que eu queria

Aquilo que eu queria
Encontrar em ti
Era amor para dar
Mas não sei o que vi
Ou se apenas descobri
O teu amor a mudar.
Ergui-me sem nada
De pensamentos vazios
Sem desejos nem vontades
Para com tudo acabar.
Misturei-me nas estrelas
Que cintilavam rebeldes
E deixei-me amortalhar.
Não irei ao teu encontro
Nada tenho para dar 
Parece que nem aqui
Deus guardou o meu lugar.


luiscoelho