terça-feira, 18 de agosto de 2009

sonho

O meu sonho de amar
A todos sem escolher
A hora ou o tempo de dar
Aquele abraço a sonhar,
Um sorriso certo e aberto
Para a todos quer cativar.
Estar sempre presente
Nos bons momentos
E até nos dias cinzentos
Sem nunca ficar ausente
Sem amor para partilhar.
Neste sonho a brincar
Queria um mundo melhor,
Mais justo com mais amor.
Todas as crianças a sorrir
Com a esperança a dobrar
Num suave amanhecer
De sonhos sempre a valer.

luiscoelho