terça-feira, 1 de dezembro de 2009

jardim


Nos cantos do meu jardim
Vou construindo um viveiro
Vou mudando e arranjando
Sem nunca mais ver o fim.
Umas são plantas de Verão
Outras são mesmo do Outono
Na Primavera todas se dão
Acordaram do frio e do sono.
Muitas horas ouço segredos
Que só elas sabem contar
Tantos falam sem conhecer
Mas elas sabem escutar.
Os vossos segredos não direi
Temos um acordo firmado
E como dos meus já sabeis
Espero que seja respeitado.
Não vou dizer-vos mais nada
Sempre fomos entendidos.
Os nossos segredos são sagrados
Ninguem irá ficar ofendido
luiscoelho
Posted by Picasa