terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Política

Cansei de esperar
Tanto prometeram
Mas nada mudaram.
Transformaram as palavras em silêncio
Com as palavras se escondem
Com elas nos mentem
Com as palavras consentem
O desemprego e a fome
O abandono escolar
E tantas coisas sem nome.
Arranjam palavras e levam milhões
E gozam a vida nos seus cadeirões.
Já nem acredito em oposições
Pois todos comem dos mesmos cifrões.
luiscoelho