domingo, 13 de dezembro de 2009

Leitura

Aos poucos fui lendo
Correndo de blogue em blogue
Uma leitura apressada
Outra mais tensa, parada
Tantas mensagens
Tão variadas e distintas
Escritas no correr das tintas
Que encantam e informam
Educam e saciam a fome
Neste tempo de mudança
Com tantas coisas sem nome.
Aos poucos fui acordando
Na madrugada atrasada
Com tantas coisas de nada
Mas todas fazem o leito
Daquilo que faz perceito
Numa vida bem regrada
Com nomes para tudo e nada 
Paz, Saúde, Felicidade
E muita, muita Bondade
luiscoelho