quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Renascer

O vento voltou
E com força levou
As coisas frias
Arrefecidas do tempo
Que passado não vias
E recordar não querias.
Mas o vento soprou 
Na memória do tempo
E deu-te um presente 
Tão fino e tão quente
Que encanta e renova
Agora e sempre.
O vento soprou 
E acordou aquele menino
Que no teu sonho adormeceu
E recordou tantos meninos
Pobres,tristes e sozinhos
É Natal-o Amor venceu
Vamos fazer-nos mais pequeninos
luiscoelho.